Imigrantes em São Paulo se unem à mobilização continental do Grito dos Excluídos/as – por Trabalho, Justiça e Vida!

Secretaría Grito de los Excluidos/as Continental

O evento aconteceu na Praça Kantuta, em São Paulo. A Praça é conhecida por ser um pedaço da Bolívia na capital paulista. Mas que, no entanto, neste último domingo, tornou-se palco de integração de culturas, lutas e gritos de vários países das Américas Latina, Central e Caribe.

O Grito dos Excluídos/as na Praça Kantuta, foi uma iniciativa organizada pelo CAMI (Centro de Apoio ao Imigrante), pelo CDHIC (Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante), por PAL (Presença América Latina), pela “Feira Kantuta” e pela secretaria continental do Grito dos Excluídos/as, que tem sede no Brasil.

Durante a programação, representantes dos países testemunharam seus gritos, suas lutas e seus sonhos. Gritaram por uma nova Lei de Migração, pelo direito ao voto, e saúde e a educação com qualidade. Também gritaram contra todas as formas de discriminação e xenofobia presentes na sociedade. Em seguida, foram apresentadas danças folclóricas e musicas da cultura de cada país. Foi um evento rico em denúncia e anuncio das causas dos imigrantes dos mais diversos países. Estiveram representados Brasil, Bolívia, Peru, Paraguai, Equador, Colômbia, México, Cuba, Chile, Venezuela e El Salvador. Foi um momento muito lindo de integração dos povos. Momento de festa, de luta e de unidade de gritos de todos e todas que acreditam num mundo de justiça e cidadania. Certamente, outros gritos virão…

Secretaria Continental do Grito dos Excluídos/as

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Puedes usar estas etiquetas y atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>